COMO NASCEM AS TIRAS

O rafe em cima, o esboço em baixo. Às vezes nem chego a esboçar mas quando a coisa tem uma complexidade michelangeliana, tenho que fazer o lápis. O rascunho às vezes mata a espontaneidade mas o não-esboço pode obrigar você a jogar fora o papel e refazer tudo. Não existe regra e cada autor tem seu esquema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: